Nina Hagen, a garota de Berlim

Diva alemã, musa inspiradora, roqueira com treinamento de cantora de ópera, também conhecida como a mãe do punk.

Eu ainda nem pensava em morar em terras germânicas quando vi Nina Hagen pela primeira vez e fiquei alucinada. QUEM É ESTA MULHER?!?!?!?

Catharina Hagen, nascida em 1955 do lado leste de Berlim, gera controvérsias, há quem a ame e há quem a odeie, eu, assim como o Supla, estou do lado dos que a amam.

Nina Hagen cresceu na antiga Alemanha socialista, a DDR, onde nem era possível encontrar filme colorido para a câmera fotográfica, mas em meados da década de 70 atravessou o muro de Berlim com sua mãe e padrasto para o lado capitalista.

Seu avô paterno era judeu e foi executado pelos nazistas no campo de Sachsenhausen.

Apadrinhada por Frank Zappa, Nina foi para os Estados Unidos onde sua carreira tomou outra dimensão, mas retornou a Europa tempos depois, morou em Paris, Ibiza, Londres e voltou para a Alemanha.

Suas músicas tem temática social, espirituais ou falam de ufologia. De formação cultural punk, Nina é anti-fascista e se posiciona contra à perseguição aos imigrantes e contra as guerras preventivas dos Estados Unidos.

Dentre as muitas parcerias musicais de Nina Hagen a que me chama mais atenção é a presença de seus vocais na música Garota de Berlim da antiga banda do Supla, a Tokyo.

Além de diva punk, Nina Hagen é vegetariana e integrante do PETA, Organização que luta contra os abusos à vida animal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pra ouvir no Spotify.

Publicado por Lili

Leia também www.berlili.wordpress.com

%d blogueiros gostam disto: