Frio é psicológico

Não existe frio, é você que não sabe se vestir

Uma das dúvidas mais frequentes de quem sai de um país tropical e vai para um país europeu é como se vestir no inverno?

Primeiro de tudo! Esqueça a fantasia de que as pessoas se vestem de forma mais elegante no inverno. A coisa mais importante que você tem que pensar na hora de se vestir, quando as tempetaruras estão abaixo de zero, é sobreviver.

Não tá frio não! Podem vir me visitar em Berlim 🙂

Confesso que passei muito frio na rua e peguei muitos resfriados até aprender a me vestir corretamente para aguentar o frio e agora que aprendi e parei de reclamar do frio resolvi abrir o meu armário pra vocês e compartilhar o segredo do look cebola.

Primeira camada: uma legging feita com tecido que mantem o calor do corpo, uma camiseta de algodão ou uma blusa segunda pele. A blusa segunda pele eu só visto se for passar muito tempo na rua porque ela fica desconfortável e realmente muito quente se eu estiver em um ambiente fechado e é complicado tirar por estar embaixo de tudo.

Da esquerda pra direita: legging segunda pele, camiseta, bluse segunda pele.

Segunda camada: uma blusa de moletom ou lã e uma calça jeans. Essa é a camada que vai estar visível caso você entre em algum lugar, portanto, é a camada pra ser bonita.


Da esquerda pra direita: calça jeans e blusa de lã.

Terceira camada: ítens de sobrevivência, um colete quentinho com gola alta, pra proteger os órgãos vitais, principalmente os pulmões, e um casacão que segure bem o frio, seja comprido, pelo menos até os joelhos e seja grande o bastante pra caber todas as outras roupas por baixo e ainda ficar confortável pra você se movimentar.


Da esquerda pra direita: colete e casaco achado no brechó.

Na hora de comprar o casaco da sua vida a marca é o que menos importa. Você precisa levar em consideração o seu estilo de vida e o material de que ele é feito. Por exemplo, se você for vegan você provávelmente não vai querer usar um casaco feito de cashmere ou com enchimento feito de penas de ganso, mesmo sabendo que esquenta bastante, e se você for ciclista você vai precisar de um casaco que seja fácil de abrir só na parte de baixo pra poder liberar a movimentação das pernas. Portanto pesquise bastante, entre em grupos que tem o mesmo estilo de vida que o seu e pergunte. E MUITO IMPORTANTE, leia as instruções de como lavar o seu casaco para não estragar. Alguns materiais não podem ser lavados em máquina ou precisam de um sabão com PH neutro (sim, já estraguei casaco de inverno por lavar errado).

Se você mora em um país onde existe a cultura do brechó (lavô tá novo) comece a busca pelo seu casado da vida pelas lojas que vendem roupas de segunda mão ou as feiras. Além de ser mais sustentável você vai adquirir um casaco que já foi selecionado para passar pelo menos 1 inverno com outra pessoa, mas antes de levar o casaco pra casa não se esqueça de olhar bem se não há manchas, bolsos rasgados, botões faltando e se o zíper está funcionando corretamente.

Em dias muito frios ficam só os olhinhos pra fora.

Os acessórios também são importantes, são eles que vão manter as extremidades do seu corpo quentinho. Escolha um bom sapato ou bota, com sola anti-derrapante pra não escorregar na neve. Use meias bem grossas e se puder coloque uma palminha que ajuda a barrar o frio, elas são fáceis de encontrar em drogarias e mercados.

Protetor de orelhas pra manter elas quentinhas sem amassar os cachos.

Na cabeça eu sempre uso uma touca de lã forrada pro frio não passar pelos buraquinhos do tricô, mas tenho cabelo cacheado e quando não quero amassar a cabeleira eu uso apenas o earmuffs pra não ficar com frio nas orelhas.


Da esquerda pra direita: luva de lã sem a ponta dos dedos, luva de lã, luva para praticar esportes de inverno.

Pra manter as mãos quentinhas eu tenho luvas com funções diferentes, tenho um par sem os dedinhos pra poder ficar na rua fotografado ou poder usar as mãos com mais liberdade, tenho um par com tecido diferente no indicador e polegar que me permitem usar o celular sem ter que tirar as luvas e tenho um par pra quando os dois outros pares não seguram mais o frio. Este último par é de luvas para esportes de inverno que comprei em uma loja de roupas esportivas e de cor bem chamativa pra nunca perdê-las ou esquecê-las em algum lugar.

Espero que vocês passem os próximos invernos mais quentinhos e dêem uma olhadinha no post que escrevi para o blog Brasil com Z com mais dicas de sobrevivência para o inverno. Lá no post eu falo sobre cuidados com a pele, com o humor e tem até uma receitinha bem gostosa e quentinha pra aquecer a barriga e o coração.

Link para o post >> Aproveite o inverno alemão.

Viel spaß und bis dann 😉

Publicado por Lili

Leia também www.berlili.wordpress.com

%d blogueiros gostam disto: