Rammstein

Eita bandinha que gosta de uma polêmica pra aparecer!!!!

Acabei de assistir o vídeo do novo single “Deutschland” que nos convida a refletir criticamente sobre o nacionalismo.

A música diz coisas como:

Deutschland / Mein Herz in Flammen / Will dich lieben und verdammen / Deutschland / Dein Atem kalt / So jung und doch so alt / Deutschland

Tradução: Alemanha / Meu coração em chamas / Quero te amar e amaldiçoar / Alemanha / Tua respiração fria / Tão jovem mas tão velha / Alemanha

Ich / Ich will dich nie verlassen / Man kann dich lieben / Und will dich hassen

Tradução: Eu nunca quero te deixar / Podem te amar / E querem te odiar

Deutschland / Deine Liebe ist Fluch und Segen / Deutschland / Meine Liebe kann ich dir nicht geben / Deutschland

Alemanha / Teu amor é maldição e bênção / Alemanha / O meu amor eu não posso te dar / Alemanha

Übermächtig, überflüssig / Übermenschen, überdrüssig / Wer hoch steigt der wird tief fallen / Deutschland / Deutschland über allen

Toda-poderosa, supérflua / Raça superior, cansada / Quanto maior é a subida, maior é a queda / Alemanha / Alemanha acima de tudo

Antes de mais nada! Que letra WUNDERBAR!

É exatamente assim que eu me sinto morando aqui todos os dias! Esse sentimento eterno de amor e ódio, mais amor do que ódio, mais benção do que maldição, mas ainda assim, é difícil amar essa respiração gelada todos os dias.

Vídeo polêmico

Voltando ao vídeo, esses caras do Rammstein não tem medo de serem presos. O vídeo usa imagens pesadas da história da Alemanha, incluíndo cenas que todos querem esquecer, como as imagens referenciando o holocausto e tenho certeza de que muita gente já se incomodou.

A intenção do vídeo (imagino) foi criticar as coisas terríveis que se passaram e não deixar que a história seja esquecida e algumas pessoas já estão questionando se precisa mesmo dessa violência toda. Na minha humilde opinião de quem não é alemã, nem judia acho que precisa sim, mas também acho que não adianta. Temos casos recentes na política de alguns países provando que a história se repete não importa o quão horrível ela tenha sido.

Um ponto que chama atenção no vídeo é a escolha da atriz Ruby Commey para personificar a Alemanha sob o nome de Germania. Acho linda e rebelde a escolha da atriz e queria saber mais sobre qual a real mensagem a banda quer passar ao escolher uma atriz preta para representar a históricamente loira de olhos azuis Alemanha.

Seria uma referência à moça que cantou Ich liebe Deutschland na TV alemã?

Se alguém souber por favor deixa nos comentários ou me manda o link se encontrar algum artigo falando sobre isso ou alguma entrevista da banda! E que tenhamos mais atores pretos em papéis principais em vídeos de música e no cinema! #prontofalei

A atriz Ruby Commey como Germania.

Há uma cena em que a Germânia dá a luz a um cachorro e me pergunto se isso seria uma crítica as pessoas que gostam mais de cachorros do que crianças, coisa que vejo com bastante frequência por aqui e por aí também.

Só espero do fundo do meu coração que os fãs de Rammstein que não falam alemão, não se preocupam em traduzir e entender letra de música muito menos o seu contexto histórico, não se interessam por história mundial ou política não saiam por aí achando que essa é uma música para celebrar o anti-semitismo, o nazismo, o racismo, a homofobia e a ditadura.

Rammstein é pura poesia.

Vou deixar o vídeo aqui, assistam por sua conta e risco e tirem as crianças da sala. Viel Spaß!

PS.: Ainda estou #chatiada porque não consegui ingresso pro show deles que vai ter aqui em Berlim em junho #1stworldproblems

Publicado por Lili

Leia também www.berlili.wordpress.com

%d blogueiros gostam disto: