Teufelsberg, o morro do capeta

O passeio perfeito para os amantes da natureza e da arte.

A Teufelsberg é uma montanha situada no bosque de Grunevald, em Berlim, mas o local não foi sempre uma montanha. No inicio do século 20 a área era toda plana.

Teufelsberg é um local que te convida a passear pela história da Alemanha. Vou tentar te levar pela mão por este passeio de forma resumida em uma linha do tempo.

Senta que lá vem história.

Linha do tempo de Teufelsberg

  • Era uma área de lazer plana e verde até o início do século 20.
  • 1933 – iniciou o regime nazista.
  • 1937 – os nazistas começaram a construir uma universidade técnica militar no local.
  • 1939 – começou a Segunda Guerra Mundial.
  • 1940 – a construção da universidade técnica militar foi interrompida;
  • 1945 – após o término da Segunda Guerra Mundial a Alemanha se dividiu e a Guerra Fria iniciou. O prédio que seria a universidade foi implodido.
  • 1950 – as ruínas da universidade técnica militar nazista foram preenchidas com entulho dos prédios bombardeados durante a guerra formando a Teufelsberg, que pode ser traduzida como Montanha do Diabo.
  • 1961 – construção do muro de Berlim e inicio do funcionamento da base de espionagem americana, a NSA (Agência de Segurança Nacional), que foi contruída no topo da Teufelsberg. Por ser o ponto mais alto da cidade era perfeito para monitorar os corredores aéreos, as redes de rádio e telefonia da então Alemanha Oriental.
  • 1991 – após a queda da União Soviética e da reunificação da Alemanha os americanos retiraram todos os equipamentos dos prédios.
  • 1996 – o lugar foi comprado por investidores para construir um hotel e apartamentos de luxo.
  • 2004 – o alto de Teufelsberg foi declarado uma região de proteção ambiental, ficando proibida a construção de novos prédios.

O que sobrou dos prédios usados pela NSA durante a Guerra Fria são protegidos de demolição e foram cobertos de street art e habitados por instalações artísticas.

A Teufelsberg de 2019

Hoje a Montanha do Diabo é administrada pela Comunidade dos Interesses de Teufelsberg. O local foi aberto para artistas e grafiteiros deixarem lá a sua arte.

A entrada não é gratuita e o valor, que varia entre 5 e 15 euros, depende se você quer apenas visitar, visitar e fotografar ou fazer um passeio com um guia contando toda a história do lugar. É como visitar um grande museu de arte de rua. É bom consultar o site oficial antes de ir pra confirmar os preços dos ingressos http://www.teufelsberg-berlin.de.

Quando você entra na área fechada da Teufelsberg há um bar vendendo cerveja, refrigerante e água e lugar para sentar e descansar da caminhada. Festas e festivais também acontecem por lá.

Como chegar na Teufelsberg

Pra chegar ao local você pode pegar o S-Bahn e descer na estação Heerstrasse ou na estação Grunewald e ir a pé ou pegar o ônibus M49 e descer em Scholzplatz e caminhar um pouco.

Pelas rotas que vi no Google Maps de qualquer forma tem que fazer uma caminhada de pelo menos meia hora para chegar ao local. Escolha o caminho que você achar mais interessante.

Escolhi ir caminhando pelo Dranchenberg com alguns amigos e acho que foi uma boa escolha. É como andar em uma pequena floresta, mas nos perdemos um pouco e encontramos uns números feitos com gravetos pelo caminho e fiquei pensando que ia rolar algum momento bruxa de Blair e começamos a apostar pra ver quem ia ser o primeiro a se afastar do grupo e desaparecer. Tirei algumas fotos dos números do capeta pra postar aqui, mas elas misteriosamente desapareceram do meu celular.

Se alguém souber o que são esses números me conta. Muitos anos assistindo filmes de terror dá nisso, qualquer coisa que acontece eu já acho que a minha vida vai virar um filme de terror, mas como vocês podem perceber nada aconteceu. Chegamos ao morro do capeta, tiramos várias fotos lindas e voltei aqui pra escrever esse post pra vocês.

Ist das Kunst, oder kann das weg? // Isso é arte ou pode jogar fora?

Espero que as informações tenham sido úteis. Viel Spaß und bis dann 😉

Publicado por Lili

Leia também www.berlili.wordpress.com

%d blogueiros gostam disto: